Brócolis: alimento que cura

Brócolis: alimento que cura

Dentre todos os vegetais, o brócolis se destaca por ser um potente anticancerígeno.

As cores das hortaliças dizem muito a respeito de suas propriedades curativas e preventivas contra doenças. Os de cores verdes, encontrados em alimentos como o brócolis, a rúcula, espinafre, o agrião, a salsa, couve, etc, agem nas células do sangue favorecendo sua renovação, contém propriedades bactericidas, fortalecendo o sistema imunológico, e o principal: combatem e previnem o crescimento de tumores. Hoje iremos falar do brócolis. Vamos lá!

Brócolis é uma palavra que vem do italiano broccolo, que é um vegetal crucífero, pois seus ramos lembram o formato de um cruz. É da mesma família que a couve-flor, o repolho e a couve-de-bruxelas. Os dois tipos mais vendidos no Brasil são o japonês, que é mais compacto e lembra uma couve-flor e o comum.

Rico em vitaminas e minerais

Dentre todos os vegetais, o brócolis se destaca por ser rico em várias vitaminas e minerais. Para se ter uma ideia, em cada 100 gramas de flores de brócolis são encontradas, em média, 47 mg de cálcio. Além da alta concentração de cálcio, o vegetal é rico em ferro, vitaminas A, C, K e do complexo B, em especial o ácido fólico.

O poderoso verdinho possui outros nutrientes fundamentais para manter a saúde em dia como o betacaroteno, a luteína e zeaxantina, todos carotenoides, substâncias antioxidantes que agem no organismo combatendo os radicais livres, um dos agentes que podem levar ao desenvolvimento de tumores, envelhecimento precoce, entre outras doenças.

Segredos do brócolis contra tumores

Além de todos os benefícios do brócolis, ele possui fitoquímico (composto encontrado em vegetais que tem um papel ativo na saúde) chamado de sulforafano. Uma pesquisa comprovou que o sulforafano, presente no brócolis e em outros crucíferos, é um importante auxiliar na prevenção e no tratamento de certos tipos de câncer. Outro estudo, realizado na Grã-Bretanha pelo Instituto de Pesquisas sobre Alimentos de Norwich, mostrou que o brócolis produz modificações na atividade de certos genes associados ao desenvolvimento do câncer de próstata. Até esse estudo, os cientistas não tinham esclarecido o motivo dessa mudança nos genes. Na pesquisa de Norwich eles perceberam que a ingestão de brócolis provoca uma mudança nas proteínas relacionadas ao crescimento e à divisão celular, atividades ligadas à evolução do câncer.

Além do câncer, outras pesquisas foram conduzidas, acumulando as evidências dos benefícios do brócolis e outros vegetais para a saúde. Em uma meta análise (cruzamento de diversos estudos e sua respectiva análise), verificou-se que 70% dos dados apontavam que o consumo de brócolis e outros crucíferos reduz o risco de várias doenças além do câncer.

Combate a doenças digestivas

O brócolis também ajuda a combater úlceras, gastrite e até mesmo câncer de estômago. Esses foram os resultados de um estudo publicado na revista “Cancer Prevention Research”. O consumo do brócolis reduz o nível de infecção pela bactéria Helicobacter pylori, sendo o sulforafano também responsável pela ação benéfica da ingestão do vegetal.

Combate a doenças cardiovasculares

Finalmente, outra pesquisa recentemente divulgada mostrou que o sulforafano presente no brócolis ajuda a evitar doenças cardiovasculares em pacientes com diabetes. Vale lembrar que pequenos brotos de brócolis contêm de 10 a 100 vezes mais sulforafano que os vegetais prontos para o consumo.

Dicas.

Uma boa ideia é cultivar no jardim de casa. O brócolis, a couve-flor, a couve-de-bruxelas, entre outros vegetais crucíferos, podem ser ingeridos nas saladas, em massas, em risotos, gratinados, grelhados e de muitas outras formas. Lembre-se que quanto menos cozinhar, melhor será a conservação dos nutrientes e dos compostos bioativos que previnem doenças. Como alguns deles são degradados na presença do calor, e outros se perdem na água de cozimento, dê preferência ao cozimento rápido no vapor.

Sobre Fernanda Mululo

Nutricionista clínica pós-graduada em nutrição funcional e fitoterapia. Atua no atendimento exclusivo e individualizado a pacientes com diversas necessidades e objetivos. Desde de sua formação trabalha com mulheres portadoras de endometriose e em pré e pós operatório de cirurgias diversas. Nutricionista Staff do Hospital Universitário Pedro (HUPE/UERJ) na área materno infantil, trabalha também em parceria com clínica de estética e com equipe de gastroenterologista no tratamento de pacientes com Doença Inflamatória Intestinal. Dedica total atenção aos pacientes, permitindo a troca de experiências para o avanço no tratamento ou na mudança do estilo de vida.
CRN 11100927 www.fernandamululo.com.br

Compartilhe !