Alimentos Saudáveis

Aqui você vai encontrar artigos escritos por nutricionistas sobre os alimentos saudáveis e a importância que eles tem para o nosso organismo.

Maçã: a fruta do pecado é só saúde para o nosso corpo

Há séculos considerada personagem de grandes histórias, a realidade é que a maçã tem mesmo alguns poderes, mas que só fazem bem para a nossa saúde.

A fruta é apreciada desde as civilizações mais antigas, mesmo as tão diferentes como a dos turcos e escandinavos. Na Roma antiga, apenas 30 variedades eram conhecidas. Hoje, temos mais de 100 espécies de maçãs no mercado mundial. Ou seja, é uma fruta encontrada com facilidade durante o ano todo. No Brasil, as variedades de maça mais conhecidas são a amarela ou dourada, a vermelha e a verde.

Benefícios da maçã para a saúde

São excelentes fontes de pectina, que forma o gel que remove as toxinas do intestino e, ao mesmo tempo, estimula os movimentos peristálticos do intestino e a evacuação.

Para o intestino e o processo digestivo

O potássio e o cálcio existentes na maçã ajudam o funcionamento dos rins e controlam distúrbios digestivos. O açúcar natural que ela contém produz um ácido que estimula a secreção de saliva e a digestão.  Por isso é indicado comer maça para diminuir o teor de amido, de açúcar e carboidratos, e, ao mesmo tempo, dar início ao processo digestivo. É muito bom comer maça, sem dúvida; porém você ainda pode desfrutar do suco de maça, já provou? É uma delícia!

Combate a doenças

A maçã combate a diarreia estomacal, e também as afecções das vias respiratórias. É considerada também um bom alimento para o cérebro. Entre os principais nutrientes da maçã, encontramos o betacaroteno, vitaminas A, B1, B2, C e Niacina, além de proteínas, sódio, enxofre, ferro, magnésio, silico, cálcio, potássio e cloro.

Mais fibras e menos calorias

Cheia de fibras, a maçã atua no bom funcionamento do intestino. Outra qualidade é seu baixo teor calórico mesclado as fibras solúveis.

Boa de todos os jeitos

A maçã pode ser consumida de muitas maneiras. Seja por meio do suco, ao natural, assada, em tortas, doces, gelatinas ou molhos, a maça é considerada também uma escova de dente natural. Embora não limpe os dentes, ela realmente ajuda na higiene bucal. Isso porque morder uma maça estimula as gengivas e o seu sabor aumenta a quantidade de saliva, diminuindo o número de bactérias da boca evitando cáries.

Deixe um comentário

Uva: a fruta dos deuses e da longevidade

Confessa: a única coisa melhor que um bom cacho de uvas é um copo de suco de uvas bem geladinho. Antigamente, as doces e nutritivas uvas eram chamadas “alimentos dos deuses”, e os homens as louvavam desde os tempos remotos. Para termos uma noção, foram encontradas sementes de uvas em túmulos egípcios, e o Velho Testamento conta histórias bíblicas sobre o cultivo desta fruta.

Mais sobre a uva

Matéria prima para os vinhos e as uvas passas, há mais ou menos cerca de 50 variedades de uvas, de cores que vão do quase branco ao verde, e do rosado ao vermelho, ao púrpura e ao preto. Muitas não têm sementes; e “cá pra nós”: todas são deliciosas.

Benefícios da uva para a saúde

A uva é rica em potássio, um sal mineral que reforça as reservas alcalinas do corpo, ao mesmo tempo que estimula o funcionamento dos rins e regula as batidas do coração. É, também, uma fonte de ferro, que constrói a hemoglobina do sangue.

Eliminando toxinas

O consumo de uva também estimula os sucos digestivos, a ação intestinal, além de limpar o fígado e eliminar o ácido úrico do organismo. Além disso, acalma o sistema nervoso como poucas outras frutas fazem. Na França, por exemplo, muita gente come apenas uvas na época, como um modo natural de limpar e estabelecer um equilíbrio alcalino-ácido no organismo. Alguns estudos indicam uma baixa incidência de câncer onde as uvas são mais consumidas do que em outras regiões.

Alerta com o açúcar

Se você tem problemas de diabete, hiperglicemia, hipoglicemia ou qualquer outro problema de açúcar no sangue, deve evitar uvas e seus sucos, pois o alto teor de açúcar não é recomendável para quem apresenta estes tipos de problemas de saúde. Aliás, é justamente a doçura da uva que a torna tão atraente para crianças e adultos.

As melhores uvas

Se possível, compre uvas naturais. A uva deve estar fresca, brilhante, firme ao toque e no cacho, além de ter colorido vivo. Se comprar uvas do tipo verde, observe se estão levemente amareladas, indício de que se encontram maduras; as uvas vermelhas, rosadas ou pretas devem estar com um colorido por igual. As uvas podem estar claramente tratadas; neste caso se mostrarão por um fino pó branco. Evite-as ou lave-as muito bem com um produto e descarte os galhos.

DICAS

Quando você tirar uma uva do cacho, as demais deverão permanecer firmes; se várias caírem ou no cacho houver uvas murchas, meio soltas, não compre. Os cabinhos devem estar verdes, vivos; se estiverem marrons e ressecados, as uvas são velhas. Lave bem as uvas, seque-as e guarde-as na geladeira, onde podem ficar por uma semana ou pouco mais. E lembre-se: além de integrar misturas de sucos, as uvas e os sucos de uvas devem ser consumidos isoladamente para que se aproveitem todas as qualidades nutritivas. Aliás, vamos ver melhor quais são!

Qualidades nutritivas

As uvas são revitalizadoras, alcalinizantes, anti-reumáticas, diuréticas, servem como laxantes e possuem ações tônicas para o nosso sistema nervoso. Rica em carboidrato, possui também vitamina C e Complexo B.

Deixe um comentário

Hortelã: A favorita das ervas aromáticas

A hortelã é uma planta muito bem conhecida e sua popularidade se justifica pela versatilidade de uso, com efeito terapêutico ou aromático na culinária em geral.

A hortelã é muito utilizada no Oriente Médio e é a erva mais comum da culinária britânica. Atualmente sua principal zona de cultivo é o norte da África.

Seu óleo essencial, principalmente presente nas folhas é composto principalmente por mentol (50%), substância responsável pelo odor refrescante e calmante da planta.

É rica em fibra dietética, proteínas, vitamina B, vitamina C e vitamina D, além de potássio, magnésio, ferro, sódio e pouquíssimas calorias. Em cada 100 gramas da erva, encontra-se somente 70 calorias. A planta ainda atua como diurético, auxiliando na limpeza das toxinas do sangue e resíduos corporais. Também possui efeito bactericida, onde age amplamente no combate ao mau hálito.

Funções digestivas da hortelã

A hortelã pode ser um potente auxiliar no combate dos problemas do trato digestivo, tais como náuseas, diarreias, constipação e dores de estômago devido a ação carminativa e antiespasmódica. Inclusive, ela auxilia na digestão, uma vez que aciona o funcionamento das glândulas salivares e impulsiona a atividade das enzimas digestivas.

Por ser rica em fibras dietéticas, seu chá ou o consumo de folhas in natura também podem ser um aliado no tratamento da prisão de ventre, pois seus ativos equilibram os movimentos do intestino.

Auxiliam no tratamento do resfriado

O seu aroma característico é responsável pelo tratamento das mais diversas doenças respiratórias, pois auxilia na limpeza da traqueia e tem ação expectorante e descongestionante. É útil contra infecções da garganta e auxilia contra a asma, neste caso deve-se utilizar a infusão da erva.

Benefícios para pele

As propriedades presentes na hortelã, como os antioxidantes e o ácido rosmanírico, atuam de maneira significativa na purificação e limpeza da pele, combatendo os radicais livres, aliviando coceiras e inflamações. O poder anti-inflamatório da erva também reduzem o surgimento de cravos e espinhas.

Mau hálito

Como a hortelã possui atividade anti bacteriana e anti microbiana, mastigar folhas de hortelã ou enxaguar-se com um enxaguante bucal a base desta planta pode auxiliar a afastar o mau hálito e ainda prevenir problemas bucais causados pelo excesso de bactérias.

Contra o estresse

O aroma da hortelã traz uma sensação de alívio, muitos produtos como sabonetes, hidratantes e perfumes são feitos à base da erva, ajudando na sensação de bem estar e relaxamento, contribuindo muitas vezes para um sono melhor.

Na culinária

As folhas de hortelã fresca podem ser adicionados a sanduíches, legumes, saladas, saladas de frutas, além do uso como tempero em carnes e para a decoração. Sorvete, sobremesas variadas e coquetéis são servidos frequentemente com uma folha ou um raminho de hortelã fresca para embelezar e aromatizar a receita.

A erva combina muito bem com sopas de legumes, como grão de bico e feijão branco, sopas a base de leite e sopa de tomate. A hortelã fresca é frequentemente adicionado a pratos de carne, especialmente cordeiro, peixes e aves. Também é indispensável na preparação do quibe, um prato de origem árabe. Nas saladas combina com folhas mistas, grãos, trigo e vagens, proporcionando uma sensação refrescante no verão.

A hortelã fresca também pode ser usada para o preparo de conservas de tomates, pepinos, cebola e na elaboração do chucrute. Também vale a pena incluir a erva em sucos, agua aromatizada, sorvetes e sobremesas como musses de frutas e chocolate.

Receita de chá de hortelã:

1 xícara de chá de folhas frescas de hortelã;
500 ml de água;

Aqueça a água e, após levantar a fervura, adicione as folhas de hortelã. Desligue o fogo, tampe o recipiente e deixe em repouso por 5 até 10 minutos. Coe e sirva.

Deixe um comentário

Mamão: delicado e saboroso, tem poder cicatrizante

Quem pensa nessa fruta sem lembrar dos trópicos? No cinturão imaginário que circunda o globo terrestre abaixo do Trópico de Câncer, o mamão prolifera, e as pessoas que vivem na região podem colher essa fruta quando se encontra perfeitamente e saboreá-la todos os dias. Isso porque o mamão aberto exibe seu interior macio, recoberto por pequeninas e brilhantes sementes comestíveis. Vamos saber mais sobre seus benefícios…

Afinal, que fruta é essa?!

Existem diversas variedades de mamão. Todas equivalem em qualidade, se bem que existe muita gente que acha o mamão papaia mais saboroso. A poupa, macia e muito cheirosa, também pode variar bastante de cor. Vai desde o amarelo-pálido e o vermelho, passando por diversos tons de laranja e salmão.

O mamão pode ser encontrado durante o ano todo e, dependendo da variedade a que pertence, tem tamanho, peso, sabor e cor diferentes. O mamão-da-baía é alongado e se parece com uma grande pera. O mamão-da-índia tem saliências no sentido longitudinal, O mamão-macho, também conhecido como mamão-corda, é fino e comprido. O mamão-fêmea é bem maior e com forma arredondada. O mamão papaia tem formato com tamanho reduzido, porém mais adocicado. Já o mamão-formosa, a primeira coisa que me vêm à cabeça, é como é que ele é rico em betacaroteno. Aliás, vamos falar sobre sua riqueza nutritiva e descobrir como o seu consumo faz bem para o nosso organismo.

Benefícios do mamão para saúde

Nosso organismo produz cerca de 700 tipos de enzimas, e a papaína do mamão age exatamente como a pepsina, enzima do estômago. Ela transforma as proteínas dos alimentos em aminoácidos. A papaína e a pepsina agem juntas para melhorar o funcionamento do estômago. Já a casca grossa do mamão protege a polpa da fruta dos agrotóxicos e fungicidas, tornando seu consumo mais seguro. Ele funciona como um bom laxante e diurético e também tem propriedades capazes de amolecer os tecidos, atenuar as inflamações e reduzir inchações e queimaduras. Por isso o mamão é capaz, até mesmo, de aliviar dores e curar feridas.

O mamão oferece também um suco de sabor muito bom e delicado. Além de ser uma boa fonte de betacaroteno, também possui boa concentração de potássio, magnésio, fósforo, cálcio e Vitaminas A, B, C e K, e, sem esquecermos, sais minerais. Quando comido, é excelente fornecedor de fibra. De fácil digestão, auxilia a decomposição das proteínas e, por isso, normalmente é uma das primeiras frutas oferecidas ao bebê.

Excelente fonte de vitaminas, seu extrato pode ser utilizado para amaciar carnes, devido à presença da enzima papaína. Para a grande maioria das pessoas, é mais conhecido, popularmente, por facilitar as funções intestinais. Definitivamente, o consumo do mamão é bom para cicatrização de feridas, úlceras, lesões e queimaduras. Ele também ajuda a controlar vômitos e enjoos, auxiliando na digestão. Como se tudo isso não bastasse, o mamão ainda tem poder antioxidante e ajuda na formação da massa muscular.

Dicas…

Pedaços de mamão adicionados a um cozido amaciam a carne, enquanto a pectina serve como espessante natural, ou seja, para encorpar o caldo. Vamos encontrar apenas 32 calorias para cada porção de 100 gramas do fruto.

Qual é o mamão ideal?!

Escolha o mamão que já esteja amarelando, o que indica que já está amadurecendo. O mamão maduro cede a uma pressão suave, como a manga e o abacate, e deve ser guardado na geladeira em poucos dias. Se ainda não estiver maduro, risque com a ponta da faca e deixe amadurecer à temperatura ambiente, por uns dois dias. O mamão com a casca levemente manchada de marrom costuma ser mais doce e saboroso dos que os de casca perfeita, mas rejeite os que tiverem manchas úmidas, quebradiças, ou machucados evidentes. Retire a casca do mamão antes de levá-lo à centrífuga.

Deixe um comentário

Kefir: bebida da longevidade

Faz pouco tempo que uma bebida, originária da Rússia, começou a ganhar o gosto dos brasileiros e de consumidores de outras nacionalidades. Batizada de Kefir (sentir-se bem), reza a lenda que a bebida foi descoberta por pastores que viviam nas montanhas do Cáucaso e que mantinham os leites armazenados dentro de bolsas de couro. Devido a sua fermentação, sem querer, os pastores perceberam que o consumo regular da bebida trazia benefícios para organismo, como o fortalecimento da imunidade.

O segredo do kefir

Na verdade, diferente de muitos iogurtes que encontramos nas prateleiras dos supermercados, o Kefir caiu no gosto de quem busca uma vida mais saudável porque não contém conservantes, aromatizantes. Sua fermentação é fruto de “microrganismos do bem”, ou seja, microrganismos que funcionam em nosso corpo de forma benéfica (você já escutou falar nos lactobacilos vivos). Desta forma, nosso corpo trabalha melhor o trato gastro intestinal e fica mais protegido, já que ajuda no sistema imunológico. Ele pode ser cultivado na base de leite ou na base de água adicionada de açúcar.

Os microrganismos (bactérias e leveduras) presentes no alimento, ajudam no combate contra doenças e auxiliam na eliminação de bactérias ruins que estão no intestino e causam malefícios para o bom funcionamento do corpo (ação probiótica). Além de eliminar as bactérias ruins, ele também possui ação , antimicrobiana, antitumoral, anticancerígena e imunomoduladora como alguns estudos preliminares vem demostrando.Ele solta no intestino uma substância chamada bacteriocina, que ajuda a expulsar do nosso corpo bactérias ruins, reequilibrando nosso organismo e dificultando o aparecimento de doenças.

Nutrientes do kefir

Além de funcional, o Kefir apresenta uma boa carga nutricional em sua composição. A bebida concentra vitaminas do complexo B como B1, B12 e biotina, além de minerais importantes para a saúde como magnésio, cálcio e fósforo. Como fonte de proteína, também é um alimento generoso.

Benefícios do kefir

Não é difícil, portanto, percebermos que o Kefir traz diversos benefícios para nossa saúde. Além de fortalecer o sistema imunológico e melhorar a digestão, ele elimina as toxinas do organismo, fortalece os ossos e contribui para uma pele mais saudável. Seu consumo pode auxiliar no emagrecimento, já que melhora a função intestinal e a liberação de hormônios intestinais e eliminação de toxinas, pode auxiliar na redução de alergias. Como? Vamos explicar todo esse processo a seguir…

O que os estudos dizem

A bebida passou a ganhar mais notoriedade quando, de fato, especialistas passaram a estudá-la com mais ênfase. Foi quando seu potencial de auxilio no câncer começou a ser estudo . Profissionais da Universidade de McGill realizaram uma pesquisa no Canadá em um estudo em animais chegaram a resultados que segundo eles, a bebida reduz o aparecimento de células mamárias cancerígenas em 56% quando comparada com os iogurtes tradicionais, cuja média de redução gira em torno de 14%, porém ainda é necessário estudo em humanos para mais avaliações. Isso resulta, também, do seu potencial antioxidante e do aumento da imunidade em nosso organismo, podendo ter potencial ação contra o câncer.

Mais saúde e bem estar

O Kefir também é capaz de proporcionar outros benefícios para nossa saúde. Um deles é a redução do colesterol em nosso corpo. Como ele estimula a proliferação de “organismos do bem” em nossa flora intestinal, ele irá ajudar o processo de digestão, eliminando as toxinas do fígado e do corpo. Desta forma, potencializa a eliminação de gorduras durante a digestão e reduz, assim, o nível de colesterol em nosso sangue.

Lá em cima, descrevemos alguns componentes que são encontrados no Kefir, como as vitaminas e minerais. Entretanto, ainda não tínhamos falado do Triptofano. Presente no Kefir, é um estimulante de serotonina, responsável pela sensação de prazer, felicidade e bem estar. Desta forma, o Kefir passou, também, a ser indicado para pacientes que sofrem de ansiedade ou que apresentam patologias como síndrome do pânico e depressão.

Combate a diabetes com redução de peso

O Kefir, como dito anteriormente, possui a capacidade de otimizar nossa flora intestinal, de forma a eliminarmos mais rápido durante o processo de digestão as substâncias e bactérias ruins. Por isso, pode favorecer uma absorção de glicose gradativa, ajudando a regular o nível de insulina e glicose no corpo. Isso irá ajudar pacientes com quadros de diabetes mellitus. Aí, é só você fazer aquele raciocínio o aumento de insulina em nosso organismo está diretamente relacionado ganho de peso, sendo assim, podemos dizer que o Kefir pode auxiliar na regulação do seu peso e evitar aqueles quilinhos indesejáveis.

Xô, “coisa ruim”

Um dos maiores vilões para o nosso estômago é uma bactéria chamada Helicobacter Pylori (HP). Quando ela aparece em nosso organismo, basta algum tempo para que a gente comece a sofrer com quadros de úlcera, gastrite e, até mesmo, pode evoluir para o aparecimento de tumores. O Kefir, pode ajudar a proteger o estômago e a flora dessa região eliminando essas bactérias ruins do nosso corpo. Por isso, pode ser uma bebida muito saudável para acompanhar os tipos de tratamento contra o HP. E se estamos falando do combate a bactérias ruins em nossa flora intestinal, não podemos deixar de citar que a bebida age beneficamente contra a diarreia e a prisão de ventre.

Agora, quer uma notícias ainda melhor sobre o Kefir? Como tem poder de expulsar do nosso corpo bactérias e microrganismos ruins, eles acabam funcionando como antioxidantes naturais, ou seja, eliminando do nosso corpo componentes que oxidam nossas células, e podem ajudar evitar oxidação das nos células e rápida degradação celular. Assim, podemos dizer que a bebida também trás benefícios para a saúde como uma todo desde estética até prevenindo doenças.

Deixe um comentário

O que é quinoa, conheça todos os benefícios para a saúde

Você já deve ter escutado falar sobre a quinoa; um alimento que caiu nas graças de quem busca uma qualidade de vida mais saudável. Motivos não faltam, afinal, ela propicia ao organismo uma gama de vantagens – principalmente para as pessoas veganas ou vegetarianas – devido ao seu alto valor proteico.

O que é a quinoa

A quinoa é vista no mercado como um “tipo de cereal” mais robusto em razão da alta concentração de proteína. Ela está sendo cada vez mais procurada e se tornando a “queridinha” das pessoas que buscam uma boa forma e um estilo de vida mais saudável e natural.

Apesar de muita gente confundi-la com um grão, a quinoa é, na verdade, uma semente. Mas não uma semente qualquer. Suas propriedades tornam a quinoa diferente das demais sementes, pois apresenta também grande concentração de fibras e de aminoácidos essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo, como a metionina e a lisina. Também estão presentes em sua composição o cálcio, o zinco e vitaminas do complexo B. Apesar de ser bastante consumida em grãos, também pode ser encontrada no mercado em flocos (como aveia) que podem ser adicionados em frutas, iogurte e shakes.

Benefícios da quinoa para a saúde

Rica em fibras, a quinoa é um alimento que auxilia no bom funcionamento do intestino e vai ajudar a controlar a glicemia, sua composição de vitaminas e minerais ajuda manter um funcionamento saudável do sistema nervoso. Como possui cálcio, é uma boa opção para o fortalecimento dos ossos, além de ser rico em proteínas, daí a grande procura por adeptos do vegetarianismo, importante para formação do músculo, ossos, sistema imunológico.

Proteína com carboidrato

A quinoa é um alimento muito versátil, e, por isso, pode ser introduzidas nas refeições e feitas de diferentes formas, como, por exemplo, em flocos para mingaus ou servidas na salada de frutas. Aliás, a quinoa em grãos irá ser uma opção na hora de substituir os carboidratos. Você deve estar pensando: “rica em proteína e carboidratos?” Sim, isso mesmo! Quando servida em grãos, ela irá substituir os carboidratos durante as refeições. Assim, você poderá variar seus pratos utilizando a quinoa no lugar dos alimentos de raízes, como da mandioca, inhame ou batata doce. Além disso, ela pode, até mesmo, substituir o arroz.

Isso mesmo; ela será uma boa alternativa ao arroz, com a diferença que cozinha rapidamente, em cerca de 20 minutos. Entretanto, já podemos consumi-las antes das refeições principais, como, por exemplo, no café da manhã, quando poderá ser servido com amêndoas ou leite de coco, além de acompanhar frutas e vegetais cozidos. Pode ser oferecida nas saladas também para abrir as refeições.

Versatilidade com saúde

A quinoa pode ser utilizada de diversas formas e por isso é considerado um dos alimentos mais versáteis. Podemos consumi-la, por exemplo, através das saladas; já pensou em fazer um tabule de quinoa? Hum, sem dúvida, você não irá se arrepender! Além disso, você pode usá-la também de forma mais sutil, ou seja, para rechear um tomate, uma berinjela, enfim, são muitos alimentos que podem ser acompanhados pela quinoa. Até pode ser usada como hambúrguer para substituir a proteína da refeição.

Como consumir a quinoa

A quinoa é um alimento que pode fazer parte do dia a dia do seu cardápio. É claro que tudo em exagero não é bom, por isso duas colheres de sopa por dia de quinoa pode ser suficientes para garantir todos os seus benefícios para a saúde. Entretanto, seu consumo não será restrito a essa quantidade diária, pois tudo vai variar dependendo do seu objetivo e da sua rotina.

Para um bom funcionamento do corpo

A quinoa se destaca em relação a outras sementes e grãos porque possui, como falamos acima, aminoácidos essenciais para que o corpo funcione de forma plena. Por isso é considerado uma semente proteica completa. Como se não bastasse sua boa concentração de proteínas e fibras – além das vitaminas de complexo B, do cálcio e do zinco que também mencionamos anteriormente – a quinoa também apresenta boa concentração de manganês e ferro.

Alívio de dores e estresses

Devido a boa quantidade de magnésio, a quinoa é um alimento que ajuda a reduzir crises de enxaqueca, uma vez que a substância age em nosso organismo relaxando a musculatura. O magnésio contido na quinoa também ajuda a no controle do diabetes tipo 2. Isso porque o magnésio ativa mais de 500 enzimas no corpo, incluindo as envolvidas na secreção de insulina. Outro importante nutriente presente na quinoa é a riboflavina, vitamina, que vai auxiliar o funcionamento do metabolismo levando mais energia para as células musculares e o cérebro.

Menos doenças e mais saúde

O consumo diário de quinoa pode evitar que a gente sofra com o aparecimento de diversas doenças. Quando introduzida de forma adequada em nosso cardápio, a quinoa pode nos ajudar nas doenças cardíacas, e pode ser utilizado para pessoas com doenças célicas e intolerantes ao glúten, pois é livre de glúten. Além disso, ela funciona como um potente antioxidante. Isso também irá fazer da quinoa uma excelente protetora das células e dos malefícios causados pelos radicais livres.

Você sabia que a quinoa também pode te ajudar a dormir e trabalhar melhor? Isso porque possui, entre seus aminoácidos, o triptofano, que pode ajudar regular o sono e com sono melhor conseguimos durante o dia está mais disposto.

Dica da nutricionista

A melhor forma de sabermos a quantidade ideal de quinoa que o nosso corpo pode demandar é passando por uma avaliação com um nutricionista! É ele quem irá avaliar e ajustar a dieta aos objetivos e necessidades de cada paciente.

Deixe um comentário

Vinagre de maçã: o que é, como usar e quais os benefícios para a saúde

O vinagre de maçã é obtido a partir da fermentação da maçã. Ele é o menos ácido de todos os vinagres e tem um sabor mais suave.

Controle do colesterol: estudos indicam que o consumo diário de vinagre de maçã está relacionado à redução dos níveis de LDL colesterol, o mau colesterol.

Retarda o envelhecimento: por ser feito através da fermentação de uma fruta, ele possui características antioxidantes, que combatem os radicais livres, retardando o envelhecimento celular, prevenindo contra o aparecimento de doenças, como alguns tipos de câncer.

Emagrecimento: um dos componentes do vinagre de maçã, o ácido acético, tem o poder de queimar os estoques de gordura, pois aumenta o metabolismo e também possui uma substância que ajuda aumentar a sensação de saciedade, retardando o esvaziamento gástrico.

Controle do diabetes: segundo estudo da American Diabetes Association o consumo de vinagre de maçã melhora a sensibilidade à insulina em pacientes com resistência a insulina e diabetes tipo 2. Portadores de diabetes têm essa sensibilidade reduzida, o que diminui a absorção de glicose.
Auxilia no combate a prisão de ventre: pela presença de pectina, o uso do vinagre de maçã ajuda a regular o funcionamento do intestino.

Ajuda na digestão: o vinagre de maçã ativa as enzimas digestivas.

Para aproveitar os benefícios do vinagre, o indicado é que consuma duas colheres de sopa de vinagre por dia, em saladas, molhos.

Que tal na compra do próximo mês incluir o vinagre de maçã no seu carrinho?

Deixe um comentário

Banana: o alimento dos atletas

Os seres humanos comem banana à cerca de quatro mil anos, quando ainda era cultivada na Índia. Por isso, é compreensível que, no século XII, os médicos prescrevessem bananas para os doentes, devido a sua alta taxa de potássio, que beneficia o coração e o sistema muscular.

Por ser um ótima fonte de energia, a banana é um dos alimentos preferidos dos atletas e praticantes de atividade física, e sua safra vai de janeiro a julho.

Entre as frutas macias, as pessoas preferem comê-las, mais do que a utilizam na produção de sucos. Entretanto, é uma fruta muito versátil e número 1 quando o assunto é vitaminas, ou seja, energia! Desta forma, a banana, pode ser usada junto com preparações salgadas ou doces ou até para matar aquela vontade de comer docinho.

Por exemplo, misture banana com suco de morango ou maçã e faça um shake ou coloque banana com canela e aveia no forno e mate a vontade do doce. Ela concentra a frutose e a canela ajuda a cortar a vontade do doce, a aveia rica em fibras ajuda na saciedade, ou utilize a banana no bolo e não precisa adicionar açúcar na massa.

Estratégia Low carb não pode banana ?!

A banana foi muito criticada a pouco tempo pelos adeptos da estratégia alimentar Low Carb por conter em sua composição, em unidade média (70g), 15 g de carboidrato e quando comparada ao abacate (70 g) contem 5 g de carboidrato e 11 g de gordura.

Então não poderia banana nas dietas Low carb, porém sabe-se que nessa estratégia não é somente quantidade de carboidrato de um única refeição e sim total diário. E caso queira utilizar a banana por suas outras propriedade ela pode sim entrar nessa estratégia de forma harmonizada com os outros carboidratos no dia. Como toda estratégia alimentar, o mais importante é variedade de nutrientes que de consome.

Amiga do sistema digestivo

A banana é conhecida como um dos mais completos alimentos, pois constitui uma fonte de carboidrato, potássio, sódio, fósforo, cloro, magnésio, enxofre, silício, cálcio e vitaminas A, B1, B2 e C.

Ela é nacionalmente conhecida por ajudar a “prender o intestino” pelo tipo de fibra presente na sua composição solúvel, porém a banana contém fibra o que ajuda a regularizar o intestino, por isso deve ser consumida mesmo por quem apresenta “prisão de ventre”. Além disso, esse teor de fibra ajuda muito na saciedade e seu teor de potássio é ótimo para regularizar os movimentos (peristálticos) intestinais.

Bom para bêbes e crianças

Quando falamos das bananas, estamos falando sobre um importante composto vitamínico, importante para crescimento e desenvolvimento dos bebês e crianças. Desta forma, a fruta é uma das preferidas desse grupo e pelos pais.

Já tem sabor mais adocicado que é de mais fácil aceitação, o fácil de transporte para qualquer local e de manuseio pelos bebes e crianças.

Função muscular adequada e pressão em dia!

Como fonte de potássio, a banana possui este mineral que contribui para uma função muscular adequada. Indivíduos que utilizam diuréticos, para tratamento de pressão alta, que podem eliminar potássio pela urina, a banana é ótima para sua reposição.

Ela também pode ser aliada no combate da “pressão alta”, já que o potássio ajuda na contração adequada dos vasos sanguíneos diminuindo a retenção de líquidos e favorecendo a diminuição da pressão, e ajuda a regular o equilibro de sódio e potássio, importante para manter a pressão adequada.

Insônia e bom humor

Você sabia que a banana possui triptofano? Que nome complicado, não é mesmo? Pois saiba que essa palavrinha é um aminoácido que age direto no hormônio como precursor de hormônios como serotonina que ajuda a regularizar o sono.

Isso quer dizer que a banana é uma ótima pedida para se degustar antes de dormir? Em alguns casos sim, principalmente associada a aveia que também ajuda na produção desse hormônio. Desta forma, podemos dizer que ela também tem uma capacidade de nos acalmar.

Auxílio no emagrecimento

Muito utilizada também na mesa como sobremesas, as bananas ajudam a controlar a vontade de sair comendo tudo o que vemos pela frente, pois ela propicia mais sensação de saciedade do que muitos outros alimentos que consumimos.

Lembra do “triptofano” que falamos acima? Então, o mais importante é você saber que ele controle a compulsão por doces! Assim, além de ser uma fruta muito amiga para quem está apresentando compulsão por doces.

Deixe um comentário

Pitaya: a nova fruta da moda

A pitaya está distribuída por vários países americanos tropicais e subtropicais, sendo mais comum no México. Já cultivada e apreciada pelos Maias, sue nome principal significa fruta escamosa.

Ela pode ser cultivada acima do nível do mar, em temperaturas entre 18 e 26 graus, mas se adapta também a climas mais secos. Cresce nos muros e nas árvores que lhe servem de apoio e, além da sua fantástica beleza e sabor exótico, se atribuem propriedades afrodisíacas e curativas.

Utilização da Pitaya

Seu consumo pode ser da polpa o fruto ao natural, como refresco, geleias e doces. Seu sabor é comparado ao melão ou ao Kiwi. É também utilizada na medicina caseira, como tônico cardíaco.

Nativa da América tropical, a Pitaya pertence á mesma família dos cactos. Crescendo livremente nos campos, só recentemente começou a ser cultivada comercialmente.

Propriedades digestivas que fazem bem

Sua polpa, de exótica coloração acinzentada, apresenta propriedades digestivas e funciona como um leve laxante natural. Pode ser consumida in natura (abra a fruta e com uma colher saboreia a polpa) ou entrar no preparo de deliciosos coquetéis, sucos e molhos para salada. A pitaya é rica em calorias, proteínas, carboidratos, vitamina C, ferro e cálcio.

Por que eu devo experimentar?

Bom, você deve estar se perguntando: por que com tanta fruta mais conhecida eu devo experimentar a comer a pitaya? Por um simples motivo: ela possui a famosa gordura saudável em razão das sementes.

Além disso, é uma fruta rica em proteínas. Você lembra também que falamos mais acima sobre suas qualidades digestivas? Isso ocorre porque ela concentra boa quantidade de fibras, reforçando, assim, o sistema imunológico. Desta forma, podemos afirmar que esta exótica fruta previne alguns tipos de doenças, como câncer colorretal e irritações no intestino.

Não podemos esquecer também que o sistema imunológico agradece o consumo da pitaya em razão, também, da boa concentração que ela traz em suas propriedades relativas à Vitamina C.

Perda de peso

E se você está precisando perder alguns quilinhos, aproveite: a pitaya possui duas importantes substâncias que ajudam na perda de peso: a tiramina, que inibe o apetite, e o glucagon, que desperta no organismo a sensação de saciedade.

Amiga do coração

A pitaya também ajuda sua saúde coronariana. Seu consumo ajuda a diminuir os níveis de colesterol ruim no sangue. Assim, você já sabe: consequentemente, ela vai prevenir seu organismo contra pressão alta e outros problemas provenientes de patologias cardíacas. Então, vamos lá: experimentar não dói.

Deixe um comentário

Melancia e suas propriedades funcionais

A melancia é uma das frutas mais ricas em água (contém cerca de 90%) altamente refrescante, ideal para ser consumida nas épocas de muito calor, pois é extremamente hidratante.

Basicamente, são 5 os tipos de melancia : com semente, sem semente, mini (ou melancia baby) amarela e vermelha.

Benefícios da melancia

Essa fruta possui diversos benefícios para o nosso organismo como vitaminas do complexo B e C, sais minerais, como cálcio, fósforo e ferro. Ajuda a melhorar o sistema imunológico além de tratar eliminação de toxinas, estados febris, excesso de ácido úrico, retenção de líquidos, verminoses em geral.

O consumo diário dessa fruta ajuda a prevenir infecções urinária. Por ser diurética também auxilia no bom funcionamento dos rins. Alem disso ela possui adstringente natural que melhora a aparência de nossa pele, agindo como um tônico natural.

Já aquela casca verdinha é rica em fibras. Ela ajuda a limpar o organismo e provoca uma sensação de saciedade, fazendo com que coma menos açúcares e frituras. Por isso, a casca de melancia ajuda a emagrecer.

Apesar de seu sabor doce, a melancia não é calórica (20 calorias a cada 100 gramas), e contém muitas vitaminas e minerais, dentre os quais se destaca o potássio em altas porcentagens. Esse último elemento faz com que a melancia seja ideal para um café da manhã ou um lanche da tarde, diminuindo a oferta calórica em dietas e favorecendo a perda de peso.

Dicas de consumo

Por ser uma fruta bem grande a maioria das pessoas desistem de comê-la com frequência, já que a correria do dia-a-dia pede alimentos mais práticos. Porém para que possamos ter uma vida saudável, precisamos fazer a ingestão de tudo aquilo que nos faz bem.

Minha dica é comprar a fruta já fatiada o que torna o consumo mais rápido. Outra alternativa é bater no liquidificador e fazer um suco, assim irá render o dia todo e ficará mais prático para levar para o trabalho e assim aproveitar seus benefícios sem muito esforço.

A melancia perfeita

Escolher a melancia mais saborosa não é uma tarefa fácil, segue abaixo algumas dicas:

  • Levante a melancia para sentir seu peso, 92% da melancia é água;
  • Olhe cuidadosamente a melancia e observe se ela é simétrica e se não possui marcas, cortes ou amassados;
  • A parte inferior da melancia deve ter um ponto amarelo a partir de onde esteve enraizada no chão. Quanto mais escuro for o amarelo, mas madura estará a fruta. deve lavar as melancias antes de seu consumo.

Portanto não existe informação sobre a quantidade diária recomendada de melancia. No entanto, sabemos que é importante fazer um rodízio, variando o consumo de frutas diariamente.

Deixe um comentário