Aleitamento materno, benefícios para o bebê e para a mãe

Aleitamento materno, benefícios para o bebê e para a mãe

O aleitamento materno é um processo fundamental para o desenvolvimento do bebê e recuperação da mulher pos parto.

Nos primeiros dias após o parto, o leite secretado é chamado colostro, que corresponde a um líquido espesso e de coloração amarelada. O colostro ira prover anticorpos e leucócitos que auxiliarão na formação imunitária do bebê, alem de contribuir para o amadurecimento do aparelho gastrointestinal do pequeno, sendo assim indispensável.

Após duas semanas, o leite materno é chamado de maduro e possui tudo o que o recém-nascido precisa. O primeiro leite, no início da mamada apresenta cor acinzentada e é rico em proteínas, lactose, vitaminas, minerais e água. O segundo, no final da mamada, possui uma cor mais esbranquiçada e contem mais gorduras.

Para que nenhum dos dois leites sejam prejudicados, é importante que o tempo de mamada seja estipulado pelo bebê, ele deve parar de mamar quando quiser, sendo assim, procure não interromper a mamada.

Produção do leite materno

Muitas mamães relatam certos receios com relação a produção do leite, em qualidade e quantidade. O processo de produção do leite materno envolve três fatores: ambientais, fisiológicos e emocionais.

A produção do leite é determinada pela ação hormonal na gestação e é aumentada quando ocorre o aleitamento materno adequado. Lembre-se que o momento da amamentação deve ser prazeroso para a mãe e para o bebê. Este é um momento especial para a desenvolvimento do vinculo mãe e filho. Tenha calma, amamente seu pequeno em um lugar tranquilo e não compare o tempo de amamentação do seu bebê com o de outros bebês. É preciso respeitar o ritmo do pequeno, alguns bebês levam mais tempo para mamar que outros.

Amamente sempre que ele tiver fome, quanto mais a mãe amamenta, mais leite o corpo produz. Observe se a sucção está sendo realizada de forma correta, pois ela estimula a produção da prolactina e ocitocina, hormônios que atuam na formação do leite. O ideal é que o pequeno pegue toda a aréola do seio, não apenas o bico e deixe o bebê sugar todo o leite de um seio antes de oferecer o outro.

Alimento ideal para o seu bebê

Uma outra dúvida frequente entre as mamães é se o leite materno pode ser fraco. Não existe leite materno fraco. O leite sempre será adequado, equilibrado e suficiente para o bebê. O leite materno é de fácil digestão, assim, evitando diarréia e desidratação. É importante destacar que essa proteção pode ser diminuída quando o aleitamento materno deixa de ser exclusivo.

A Organização Mundial da Saúde recomenda o aleitamento exclusivo até 6 meses e complementar até 2 anos de idade. Não oferte antes dos seis meses de idade água, chás ou sucos. Não esqueça o leite materno é o alimento mais completo até os 6 meses, além de estar pronto a qualquer hora e na temperatura ideal para o seu bebê.

O aleitamento materno deve ser a primeira opção para alimentação do bebê. Caso a mulher seja impedida de amamentar, deve-se recorrer às fórmulas infantis com uma composição que se assemelhe à do leite materno. O médico e/ou nutricionista irão auxiliar na escolha da fórmula ideal para suprir as necessidades nutricionais do bebê.

Benefícios para a mãe

Com relação as vantagens do aleitamento para a mulher, podemos citar a contribuição na recuperação do tamanho normal do útero após o parto, diminuindo o risco de hemorragia no período pós parto.

Outro motivo importante é que a mãe volta mais rápidamente ao seu peso pré-gestacional. Durante o último trimestre de gestação a mulher acumula energia sob a forma de gordura (em média 2,3Kg a 3,2Kg), para cobrir os gastos calóricos que ela terá com a amamentação. A mulher que amamenta exclusivamente gasta em média 704 Kcal/dia, já a mãe que não amamenta, tende a reter parte do peso adquirido na gestação.

Amamentar é um ato natural e é a melhor forma de alimentar, proteger e amar o seu bebê.

Sobre Tainara Gobetti

Nutricionista Especialista em Nutrição Clínica Personalizada, acredita em uma nutrição descomplicada, funcional e gostosa. Atua através de um olhar específico sobre cada pessoa, suas individualidades e comportamento alimentar para a busca do equilíbrio entre mente e corpo saudável.
CRN: 10820
E-mail: [email protected]

Compartilhe !